Uma vergonha sem nome

O governo acaba de anunciar a decisão do Conselho de Ministros de assinatura da venda da TAP, coisa que será feita ainda hoje à porta fechada. Isto é uma vergonha sem nome! Uma vergonha sem nome! Uma empresa estratégica nacional, que a esmagadora maioria dos portugueses não quer vender nestas condições, que a nova maioria parlamentar quer conservar no Estado é vendida por um governo demitido e sem legitimidade. O governo vem dizer pela boca de Marques Guedes que esta operação era inadiável, porque não haveria financiamento na empresa para suportar o combustível dos aviões… Como se não fosse possível fazer empréstimos de urgência da parte da própria Parpública, como se fez no passado.sondagem tap
A reunião do Conselho de Ministros de 22 de Outubro já tinha feito a aprovação da venda da TAP, autorizando a Parpública a dar os passos necessários. Fez isso já depois das eleições, sabendo que não havia maioria para o suportar. Isso era já grave e de legitimidade duvidosa. Mas uma vez que foi demitido, uma decisão do governo num assunto tão importante perde qualquer legalidade. O processo teria sempre de ser concluído por um governo em funções. A venda é tão ilegítima que vai ser feita à porta fechada. Isto sim é um golpe!

Se não sabem porque é que Cavaco não tem pressa em resolver a situação política, comecem a contar o número de empresas públicas de nível estratégico vendido nos últimos 4 anos e já percebem!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s