Passos derrota Passos

Um dia vamos olhar para estes anos e perguntar-nos-emos como foi possível que a mentira compulsiva de um governante o tenha feito sobreviver politicamente 4 anos. O nosso sentido de dignidade há de sentir-se esmagado quando acordarmos deste torpor. Talvez exija um restauro que não se satisfaça com a indiferença à política e antes se manifeste com uma agitação que assuste os que têm beneficiado com a resignação portuguesa.

Até que tal aconteça, há indivíduos, pequenos grupos, alguns activos que continuam em espírito de missão. São uma pequena reserva de energia e de lucidez, a fagulha da ignição desejada. Luís Vargas volta a fazer serviço público. Este homem merecia um louvor público pelo que tem feito ultimamente para nos despertar do torpor. Colocar o Passos de 2011 frente ao Passos de 2015 tem um efeito demolidor. Deve ter dado trabalho, muito trabalho, mas desperta a memória ao povo português que agradece, de certeza. Eu agradeço desde já.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s